XXXX

A equipe da Central de Transplantes do Estado esteve, na manhã de sábado, 14, efetuando a captação de órgãos de um doador, de 19 anos, que teve morte encefálica no Hospital Santo Ângelo. Os profissionais vieram de Porto Alegre e desembarcaram no Aeroporto Regional de Santo Ângelo.

A cirurgia para captação de órgãos iniciou por volta das 10 horas e durou cerca de duas horas. Foram captados os rins e o pulmão do doador. Atuaram no procedimento os médicos Juliano Martini, da equipe de rins, Stephan Soder e Fabíola Perin, da equipe de pulmão, e o enfermeiro Paulo Rolim da Organização de Procura de Órgãos (OPO 7). O médico anestesista do Hospital Santo Ângelo, Mauro Medeiros, participou do processo de captação de órgãos.

O paciente estava internado desde a madrugada da sexta-feira, 13, no Hospital Santo Ângelo. A enfermeira coordenadora da CIHDOTT, Fernanda França, explicou que a partir da suspeita de morte encefálica foi comunicada a Central sobre início dos testes. A família também foi informada sobre a suspeita de morte encefálica e passou a receber os resultados de cada exame.

Foram realizados três exames no paciente para a confirmação do diagnóstico de morte encefálica, sendo dois testes clínicos e um exame de imagem, conforme protocolo da Central de Transplantes.

Após a confirmação do diagnóstico o médico neurologista e a equipe do CIHDOTT comunicaram a família que autorizou a doação de órgãos, atendendo um desejo do jovem em vida.

Durante todo o processo de exames a assistente social do HSA, Maira Bagatini, atendeu e acompanhou a família do jovem.

Foto: Cristiano Devicari